Sindiauditoria entrega as doações da Campanha do Agasalho 2018

As doações recolhidas durante a Campanha do Agasalho que o Sindiauditoria promoveu este ano foram entregues para o Grupo de Voluntários da Grande Florianópolis. Roupas, sapatos, cobertores e agasalhos para homens, mulheres e crianças serão destinados às famílias que são ajudadas mensalmente pela organização sem fins lucrativos.

O Grupo de Voluntários foi fundado há 6 anos por Stefane Santos. Tudo começou devido a uma promessa religiosa e para cumprir ela precisava fazer uma doação por ano durante cinco anos. No entanto, o trabalho deu tão certo que em seis anos mil famílias já foram ajudadas. Hoje o grupo continua sendo administrado por Stefane e seu esposo Fabricio Francisco.

agasalho
A auditora interna Fabiana Borges, Fabricio Francisco e os auditores internos Caio Jamundá e Ricardo Cavalcanti Peixoto Filho

Atualmente, eles ajudam 40 famílias por mês. “Fazemos uma triagem das 40 histórias mais precárias que chegam até nós, visitamos e iniciamos a campanha. Logo depois começamos o processo de arrecadação e por último fazemos a entrega das doações para as famílias. Geralmente ajudamos com emprego, cesta básica, roupas, cobertores, móveis, mas temos vários registros de ajuda com a quitação de débito de luz/água/aluguel, chá de bebê beneficente, aniversário de crianças carentes e nosso evento fixo que é a grande ação de Natal todos os anos”, explicam eles.

Para ajudá-los ou acompanhar as ações, o grupo atualiza com frequência uma página no Facebook: www.facebook.com/voluntariosfloripa.

Anúncios

Auditores internos de SC participam de evento sobre Contratação e Gestão Pública

Sob a coordenação científica de Jorge Ulisses Jacoby Fernandes e Fabrício Motta, a 15ª edição do Fórum Brasileiro de Contratação e Gestão Pública reuniu em Brasília diversos profissionais atuantes no setor público, ministros e renomados especialistas. Da Diretoria de Auditoria Geral (Diag), os auditores internos do Poder Executivo Eduardo Bittencourt, Isadora Casteli, Josane Maciel e Ricardo Peixoto Filho participaram do evento e relatam sua experiência.

A conferência de abertura foi com o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Carlos Ayres Britto, que discorreu sobre a interpretação holística dos princípios que regem a Administração Pública. Em seguida, durante os dias 1 e 2 de junho, a programação contou com debates sobre novidades da legislação, doutrina e jurisprudência da contratação pública. Os temas foram desde o planejamento orçamentário e políticas públicas até o combate à corrupção em licitações.

O fórum foi uma oportunidade para os profissionais envolvidos nos processos de compras e negociações com o setor público se atualizarem sobre as novidades das leis e possam executar os trabalhos dentro da legalidade. “O fórum nos permitiu atualizar conceitos e rever práticas administrativas com objetivo de implementação de boas práticas nas contratações públicas”, ressalta o auditor interno Eduardo Bittencourt.

A auditora interna Isadora Castelli destaca ainda a importância da mudança cultural e de padrões éticos, associados a um conjunto de boas práticas e a uma nova legislação de licitações e contratos. “Com ela se valoriza o planejamento da licitação, a necessidade de padronização, o registro de preços e a intenção de registro de preços, assim como a possibilidade do ‘diálogo competitivo’”, explica. Segundo ela, com as inovações trazidas pela Lei das Estatais (Lei nº 13.303/2016), recomenda-se como boa prática a adoção de matriz de risco para os contratos em geral também pela Administração Direta, a partir de determinado grau de relevância e materialidade.

WhatsApp Image 2017-06-02 at 23.18.23
A equipe de auditores internos participou do evento em Brasília nos dias 1 e 2 de junho

Encerra hoje o maior evento de capacitação já realizado pelo TCE-PR sobre Controle Externo

O maior evento de capacitação de gestores e servidores públicos já realizado pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) encerra nesta quinta-feira (2). O Fórum de Controle Externo do TCE-PR reuniu, desde ontem (1), mais 1.700 participantes no Centro de Eventos da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep). Durante esses dois dias, foram realizados seis painéis temáticos, que somaram 80 horas de capacitação sobre as principais áreas da administração pública.

“O evento tem um altíssimo nível técnico e uma importância fundamental para as minhas atividades diárias, tendo em vista a nossa responsabilidade de orientar os demais órgãos da administração estadual no que se refere a interpretação da lei, da jurisprudência e da doutrina na condução dos atos de gestão”, avaliou a auditora interna Eliane Furlan.

Junto com Eliane, outros servidores da Gerência de Auditoria de Licitações e Contratos (GEALC) participam do evento para representar Santa Catarina: Cristina Keller Sartori, Leda Leite Pereira Cipoli Ribeiro, Eduardo Maciel Bittencourt, Ricardo Cavalcanti Peixoto Filho e Luciana Zanatta.

Os painéis desta primeira edição abrangeram os principais temas da administração e da fiscalização sobre os recursos públicos: contabilidade, licitações e contratos, obras, atos de pessoal, transferências voluntárias e participação dos empresários nas compras e contratações de serviços.

“Importante ressaltar a forma de apresentação dos temas pelos palestrantes que proporcionaram um debate bem interessante para despertar o interesse dos participantes que puderam interagir com perguntas e contribuir com a discussão”, considerou o auditor interno Eduardo Maciel Bittencour sobre as atividades da programação.

A palestra de abertura do evento foi do jurista paranaense Romeu Felipe Bacellar Filho, referência nacional em Direito Público. No encerramento, o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Benjamin Zymler falou sobre a aplicação da Lei Anticorrupção nos Estados e municípios.

O presidente do TCE-PR, conselheiro Ivan Bonilha, manifestou a satisfação de que o Tribunal de Contas possa oferecer um grande evento gratuito de capacitação. “Além da função fiscalizatória e sancionadora, que temos a obrigação de cumprir, somos um importante agente de capacitação técnica dos administradores, para a melhoria da qualidade do gasto e, em consequência, dos serviços públicos”, afirmou Bonilha.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com informações da Diretoria de Comunicação Social do TRE-PR