Auditores internos capacitam servidores sobre folha de pagamento

Em parceria com a Fundação Escola de Governo ENA, os auditores internos do Poder Executivo coordenam, hoje (8), uma capacitação com os servidores estaduais que trabalham nas unidades de controle interno do Estado e utilizam o Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH). A ferramenta foi pensada para otimizar os gastos da folha de pagamento e ajudar a evitar erros e pagamentos indevidos.

A equipe é coordenada pelo auditor interno Sérgio Augusto Michalczuk e conta com a participação dos auditores internos Clóvis Machado e Maurício Martins Arjona e do administrador Wladimir Dalfovo. Participaram deste encontro representantes das secretarias de Segurança Pública, de Educação e da Fazenda, da Fundação de Educação Especial (FCEE) e do Instituto de Previdência do Estado de Santa Catarina (IPREV).

Como consequência, os organizadores esperam que as atividades de controle na área de pessoal serão muito mais eficientes e eficazes. Por isso, ao longo do ano outras novas etapas estão previstas, até que a totalidade dos servidores que atuam nas unidades de controle interno no Poder Executivo estadual seja atingida. Uma primeira etapa já foi realizada em novembro do ano passado.

IMG_4538
A capacitação ocorre nesta terça-feira (8) das 13h30 às 19h na sede da ENA em Florianópolis

Em números


A folha de pagamento dos servidores do Governo do Estado de Santa Catarina custa anualmente cerca de R$ 12,3 bilhões aos cofres públicos. Eles atuam em estruturas distribuídas nas mais diversas realidades, como por exemplo nas áreas da saúde, educação, segurança pública e assistência social. Juntos eles formam o corpo que move o Poder Executivo na missão de servir a sociedade catarinense. Gerenciar toda essa estrutura de recursos humanos é um trabalho enorme, que precisa ser dividido entre gestores diferentes para que a Administração Pública possa avançar.

Anúncios

Fesporte orienta municípios sobre o repasse de recursos públicos em parceria com a SEF/SC

A Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) realizou, na semana passada, uma reunião com os representes dos municípios que serão sedes dos eventos de 2016 para esclarecer sobre prestação de contas e repasses de recursos. Na oportunidade, o auditor interno do Poder Executivo Telbas Mauri da Silveira tirou dúvidas sobre como o repasse será feito, principalmente se tratando de um ano eleitoral que apresenta restrições e prazos.

“É importante esta explicação para auxiliar os municípios sobre os investimentos de infraestrutura, logística e nas demandas existentes quando da realização dos eventos esportivos”, considerou Osvaldo Juncklaus, que participou do evento.

Neste mesmo sentido, o diretor financeiro administrativo Aurélio Valente considerou a reunião de extrema importância para que não fique dúvidas em relação aos procedimentos dos recursos, facilitando a realização de seus eventos em parceria com a Fesporte.

Telbas integra a equipe da Gerência de Auditoria de Recursos Antecipados (GERAN) que, entre outras atribuições, é responsável pela coordenação do portal SCtransferências. A ferramenta divulga os dados relativos aos repasses feitos pelo Governo do Estado e objetiva informar a sociedade a respeito da aplicação do recurso público que é de todos e, com isso, oportunizar o controle social.

491a4a0327b47b32bd3778bab121ebe0_l
Foto: Antonio Prado / Fesporte

Com informações de Ana Cristina Zandavalle (Fesporte)

Administração Indireta recebe orientação para aperfeiçoar o Controle Interno

A última turma do curso “Procedimentos de Controle Interno no Poder Executivo de Santa Catarina” começou hoje (19) e segue até quarta-feira (21), na sede da Escola Fazendária, em Florianópolis. Desta vez,serão capacitados os responsáveis pelo controle interno da administração indireta: autarquias, fundações e empresas públicas.

O Auditor Interno Eduardo Maciel Bittencourt recebeu os participantes em nome do diretor de Auditoria Geral (DIAG), Augusto Piazza. Para ele, a capacitação é uma oportunidade relevante para aperfeiçoar as ferramentas de Controle Interno, buscando a eficiência no Estado.

Durante o segundo e o terceiro dia, os Auditores Internos do Poder Executivo capacitarão os servidores sobre: Tomada de Contas Especial,Controle de Despesas de Custeio, Controle de Transferências, Controle de Licitações e Controle de Atos de Pessoal.

“A capacitação destes servidores tem uma importância fundamental, já que a administração indireta recebe recursos do Estado para o exercício de suas atividades institucionais. E para estes recursos serem aplicados com maior eficiência e economicidade a atuação do Controle Interno é essencial”, pontua o Auditor Interno Sérgio Augusto Michalczuk, que também integra a comissão organizadora do curso.

Capacitação – O evento é resultado da parceira entre as diretorias de Auditoria Geral (DIAG) e de Contabilidade (DCOG), da Secretaria de Estado da Fazenda. Desde o início de maio já capacitou as secretarias de desenvolvimento regional (7 a 9) e  as secretarias setoriais (12 a 14).

Integram a comissão organizadora os auditores internos: Fabiana Ribeiro Borges, que coordena o Grupo de Especialistas de Controle Interno, Sérgio Augusto Michalczuk (GAPES), Magali Geovana Ramlow Campelli (GERAN), Eduardo Maciel Bittencourt (GEALC) e Inês Marina de Souza (GEAUD).

Este slideshow necessita de JavaScript.