Compras públicas é o tema da aula inaugural da escola do OSSJ

A aula inaugural da escola do Observatório Social de São Jose (OSSJ) ocorre no próximo dia 13 de fevereiro, às 9 horas, na sede da instituição em Barreiros. Neste primeiro encontro, o auditor do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE/SC) Azor El Achkar abordará o tema “Principais irregularidades nas compras públicas: o que analisar”. Para participar é necessário inscrever-se previamente através do WhatsApp (48) 99621-2100. A entrada é gratuita.

O objetivo do projeto é capacitar os cidadãos, os voluntários e os gestores públicos, sempre abordando temas relacionados ao controle social, a transparência, os dados abertos e a gestão pública. As atividades serão quinzenais, sempre às quartas-feiras, com duração de aproximadamente duas horas. Um certificado de participação será fornecido aos participantes que assinarem a lista de presença.

escola-do-ossj
Foto: OSSJ/Divulgação

Serviço

O quê? Aula inaugural da escola do OSSJ

Quando? Quarta-feira, 13 de fevereiro, às 9 horas

Onde? Sede do OSSJ (Rua Santo Antonio, 1.460, sala 301, Barreiros, São José)

Como participar? Inscrições abertas até 11 de fevereiro pelo WhatsApp (48) 99621-2100

Com informações do jornal Correio de Santa Catarina

Anúncios

Conheça brasileiros que resolveram denunciar corrupção de governantes

Reportagem do Fantástico, no dia 5 de novembro, mostrou o perfil de brasileiros de todo o país que resolveram arregaçar as mangas para denunciar desvios de verba pública, concorrências suspeitas e gastos indevidos de governantes e parlamentares.

Entre os exemplos mostrados pelo jornalista Marcelo Canellas, destaque para atuação do Observatórios Social de São José (OSSJ), instituição na qual o auditor interno do Poder Executivo Jaime Klein atua como voluntário.

Assista a reportagem na intégra: 

Sans titre-1

Auditor interno de SC é selecionado para integrar o projeto Empreendedores Cívicos

Foto JaimeA Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RSA) confirmou a escolha do auditor interno catarinense Jaime Luiz Klein para integrar o projeto Empreendedores Cívicos. O processo de seleção 2016 contou com a participação de 1.188 candidatos de todo o país tendo sido escolhidos 40 nomes que, após a análise das inscrições e das entrevistas realizadas pela comissão de seleção, melhor atendem ao perfil desejado pela entidade.

A RAPS realizará diversas atividades este ano, o calendário com os módulos de formação começa agora no mês de abril. Essa será a quarta turma formada pelo projeto, direcionado a pessoas vocacionadas a atuar diretamente na política institucional, com potencial para participarem ativamente de processos eleitorais, comprometidas com a ética, a transparência, e os valores e princípios da sustentabilidade.

Selecionado na categoria controle social, Klein confessa que a expectativa é grande. “Participando do projeto Empreendedor Cívico, da RAPS, estarei mais apto a desempenhar as minhas funções como servidor público e junto a minha comunidade, no controle social”, reforçou. Além de servidor da Secretaria de Estado da Fazenda, ele é vice-presidente do Observatório Social de São José (OSSJ).

O Empreendedores Cívicos visa a potencializar a participação da sociedade na vida política do Brasil com o objetivo de fortalecê-la e aprimorá-la, colaborando, por exemplo, em campanhas eleitorais e em mandatos eletivos.

Sobre a RAPS

A RAPS é uma entidade civil, sem fins lucrativos, de natureza apartidária e com pluralidade ideológica, cuja missão é contribuir para o aperfeiçoamento da democracia e do processo político brasileiro por meio, principalmente, da identificação e apoio a atuais e novas lideranças políticas. A RAPS se propõe a ser uma resposta de como é possível empreender na política de forma inovadora por um Brasil ético e sustentável. Para saber mais ou conhecer os outros selecionados, acesse: www.raps.org.br.