CGU e Enap abrem inscrições para curso virtual sobre controle social

Estão abertas as inscrições para o curso virtual “Controle Social”, promovido pela Controladoria-Geral da União (CGU) e pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap). A capacitação é destinada a agentes públicos dos três poderes e das três esferas de governo, além de cidadãos em geral. Para participar, basta se inscrever no site da Enap até o dia 25 de fevereiro.

Com carga horária de 20 horas, o curso está dividido em quatro módulos e discutirá temas como: monitoramento e objetivos do controle interno, responsabilidade da administração, ferramentas para fiscalização dos recursos públicos, entre outros. As aulas vão do dia 1º a 21 de março e as vagas são ilimitadas.

O controle social é um mecanismo de prevenção da corrupção e de fortalecimento da cidadania. Dessa forma, é uma ferramenta que atua para promover a participação do cidadão na gestão pública e complementar o controle institucional.

Durante o curso, o participante terá a oportunidade de testar na prática diversos instrumentos de controle social. Além disso, conhecerá formas de acompanhar, fiscalizar e exigir serviços de qualidade dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, seja em âmbito municipal ou federal. Participe!

9add70ca-e8a1-4a03-9b16-cc1a20662251
Com informações do portal da CGU

Anúncios

CGU oferece cursos sobre contratos administrativos e logística de suprimentos

Estão abertas, até o dia 30 de julho, as inscrições para os cursos virtuais: “Gestão e Fiscalização de Contratos Administrativos” e “Legislação Aplicada à Logística de Suprimentos – Lei nº 8.666/93, pregão e registro de preços”. A iniciativa é uma parceria da Controladoria-Geral da União (CGU), da Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e do Tribunal de Contas da União (TCU).

O interessado deve acessar o site da Enap para se inscrever. As capacitações têm como público-alvo agentes públicos dos três poderes e das três esferas de governo, além de cidadãos em geral. As oportunidades são gratuitas e os cursos ocorrem por meio do moodle – plataforma de aprendizagem a distância baseada em software livre –, disponível pela Escola Virtual da Enap.

O curso de “Gestão e Fiscalização de Contratos Administrativos – nível intermediário” tem duração de quarenta horas e ocorre de 4 de agosto a 7 de setembro. Para melhor aproveitamento, recomenda-se prévio conhecimento de direito administrativo e da Lei 8.666/93.

Já o curso de “Legislação Aplicada à Logística de Suprimentos – Lei nº 8.666/93, pregão e registro de preços” possui trinta horas de carga horária. Ao final, o participante deverá ser capaz de adotar de forma adequada as normas e regras dos processos de aquisição no setor público, a partir da reflexão crítica da legislação de suprimentos. As aulas serão ministradas de 4 a 31 de agosto.

Para concluir a capacitação, o participante deve obter o mínimo de 60% de aprovação nas atividades propostas. Para isso, recomenda-se dedicação mínima de 1 hora para a realização do treinamento.

digitar

Com informações do portal da CGU 

CGU, TCU e Enap oferecem curso a distância de gestão e fiscalização de contratos

A Controladoria-Geral da União (CGU), em parceria com a Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e o Tribunal de Contas da União (TCU), abre inscrições para o curso virtual “Gestão e Fiscalização de Contratos Administrativos”. A capacitação tem como público-alvo servidores públicos dos três poderes e das três esferas de governo, além de cidadãos em geral. Para se inscrever, o interessado deve acessar o site da Enap, até o dia 7 de maio.

A oportunidade é gratuita e tem duração de quarenta horas. O curso ocorre de 12 de maio a 15 de junho, por meio do moodle  – plataforma de aprendizagem a distância baseada em software livre –, disponível pela Escola Virtual da Enap. Serão abordados tópicos referentes a regime de contratos, fiscalização, gerenciamento, inexecução, entre outros.

É recomendável conhecimento prévio de direito administrativo e da Lei 8.666/93 para melhor aproveitamento do treinamento. Para concluir o curso, o participante deve obter o mínimo de 60% de aprovação nas atividades propostas. Mais informações podem ser obtidas no site da Escola Nacional de Administração Pública.

Divulgação