Ceará recebe a primeira Reunião Técnica do Conaci deste ano

A 30ª Reunião Técnica do Conselho Nacional de Controle Interno (CONACI) já tem data e local confirmados : Aracati, no Ceará, dias 28 e 29 de março. O evento ocorrerá no Hotel Long Beach, na Praia de Canoa Quebrada, e será promovido pela Controladoria Geral do Município de Aracati (CGM/Aracati) em parceria com o CONACI.

Como em todos os anos, o encontro irá reunir representantes dos órgãos de controle interno de todo país para discutir os avanços na área e promover o intercâmbio de experiências e conhecimentos.

2rd-canoa-quebrada-by_Silveira-Neto_flickr
Símbolo da Praia de Canoa Quebrada (foto: Silveira Neto/Flickr)
Anúncios

Projeto Aluno Auditor ganha projeção nacional

O auditor interno do Poder Executivo Frederico da Luz apresentou o projeto Aluno Auditor, nesta quinta-feira(6), em Fortaleza, durante o Encontro Estadual de Controle Interno. Promovido pela Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE), o evento reuniu profissionais atuantes nas áreas de controle para compartilhar e debater mecanismos e instrumentos para aperfeiçoar e modernizar a administração pública.

Durante a apresentação, o servidor contou a experiência dos alunos da EBB Simão José Hess (Florianópolis). Eles fazem parte da fase inicial do projeto e participaram recentemente de uma formação sobre técnicas de auditoria simplificadas, com o apoio dos auditores internos do Poder Executivo, servidores da Diretoria de Auditoria Geral da Fazenda (DIAG/SEF). O objetivo é estimular o controle social e o aprimoramento da gestão pública, em sintonia com professores e a direção. A iniciativa é inédita em Santa Catarina e pode tornar-se realidade nas escolas da rede pública estadual a partir de 2019.

WhatsApp Image 2018-12-07 at 16.01.48
O auditor interno Frederico da Luz representou a equipe da DIAG durante o Encontro Estadual de Controle Interno do Estado do Ceará

“Os alunos avaliaram cuidadosamente o ambiente escolar, averiguando se estão de acordo com normas estabelecidas. Dentre a verificação, avaliação das salas de aulas, biblioteca, pátio, ginásio, cozinha, coletados diretamente em um aplicativo de celular, o que proporcionou aos estudantes uma experiência pedagógica, de modo a despertar neles o senso de observação e os padrões de qualidade desejáveis, elevando o grau de criticidade”, explicou o coordenador do projeto Jaime Luiz Klein.

Além da avaliação, os educandos discutiram com os professores soluções para os problemas e construíram um plano de ação, sempre focando em medidas criativas, de baixo custo e com envolvimento da comunidade escolar. O trabalho realizado pelos Alunos Auditores indica as oportunidades de melhorias detectadas em cada um dos ambientes auditados e servirão de norte para as ações que serão implementadas pelos responsáveis, sendo monitoradas pelos estudantes. “O projeto enfatiza o papel dos estudantes nas ações da escola em relação aos direitos e deveres da sociedade com o Estado”, comenta o diretor de Auditoria Geral, Augusto Piazza Pull.

A DIAG é a unidade responsável do projeto dentro da SEF e trabalha em parceria com a Secretaria de Estado da Educação. O projeto foi inspirado no modelo desenvolvido pela Controladoria Geral do Distrito Federal (CGDF) e do Município de Belo Horizonte (CGTM-BH).  No decorrer do projeto, com a participação da educação fiscal, a parceira com a Receita Federal foi concretizada com o apoio da auditora Roseli Fabrin.

WhatsApp Image 2018-12-07 at 16.01.47
Promovido pela Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE), o evento reuniu profissionais atuantes nas áreas de controle interno de todo país

Como funciona?

1 – Os estudantes respondem questionários, por meio de uma aplicação para para celular, sobre as condições dos ambientes escolares, como salas de aula, cozinha/refeitório, banheiros, entre outros.
2 – São gerados relatórios preliminares com os problemas encontrados, definidos como oportunidades de melhoria para os ambientes auditados.
3 – Os estudantes discutem com os professores soluções para os problemas, focando em medidas criativas, de baixo custo e com o envolvimento da comunidade escolar.
4 – As propostas de soluções são colocadas em prática e os próprios estudantes, em conjunto com toda a comunidade escolar, realizam o monitoramento das ações.

Resultados esperados

  • Promoção da cidadania ativa e o fomento à participação e ao controle social;
  • Experiência real de auditar com a difusão do conhecimento de técnicas simplificadas e o estímulo à utilização de recursos tecnológicos;
  • O aprimoramento da gestão pública, levando os alunos à reflexão-ação sobre problemas, causas e soluções no contexto escolar;
  • Difundir nos alunos uma cultura de valorização e respeito ao patrimônio público;
  • Fortalecimento do sentimento de pertencer à comunidade escolar e valorização do protagonismo juvenil. 

Seminário “O Controle e a Administração Pública” abre a programação da 29ª Reunião Técnica do CONACI

O Seminário “O Controle Interno e a Administração Pública” deu início na manhã desta quinta-feira (29) à programação da 29ª Reunião Técnica do Conselho Nacional de Controle Interno (CONACI), em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Realizado pela Controladoria-Geral do Estado do Mato Grosso do Sul (CGE-MS), Controladoria-Geral de Fiscalização e Transparência do Município de Campo Grande (CGM-Campo Grande) e pelo CONACI, o evento reuniu dezenas de pessoas no Auditório Germano de Barros – Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo.

Ao abrir o Seminário, o Presidente do CONACI e Contador e Auditor-Geral do Estado do Rio Grande do Sul (CAGE-RS), Álvaro Fakredin, destacou que este evento figurará no rol dos mais técnicos e profundos que já foram realizados, onde serão debatidos temas de grande relevância relacionados ao controle. “Quero destacar a importância da troca de ideias proporcionadas por encontros como o de hoje, que resultam na homogeneidade de pensamento, no sentido de promover a governança pública por meio de pilares do controle interno governamental do Brasil”, ressaltou Fakredin.

Segundo Reinaldo Azambuja, Governador do Estado do Mato Grosso do Sul, o controle interno e a administração são eixos fundamentais para a governança pública. “Um controle eficaz e eficiente é fundamental para melhorar o desempenho do setor público, por isso tamanha satisfação em ter participado da instauração da Controladoria-Geral do Estado no ano de 2016 e, principalmente, aos resultados extremamente positivos alcançados na área de controle”, disse.

O Prefeito do Município de Campo Grande, Marquinhos Trad, falou em seu discurso sobre a importância do controle interno e do compromisso com a ética, ressaltando o pioneirismo de sua gestão na criação da Secretaria de Controle, com sua premissa em orientar, corrigir e fiscalizar.

Durante o Seminário, quatro palestras foram apresentadas, com as temáticas “O controle e a segurança jurídica na gestão pública”; “Integridade no setor público sob a perspectiva local”; “Órgãos de controle e accountability social: os desafios para a democracia e para a gestão” e “Os dilemas e prioridades do combate à corrupção no Brasil: o papel do controle interno”.

WhatsApp Image 2018-11-29 at 21.19.46
 O controlador-geral do Estado de Mato Grosso do Sul, Carlos Eduardo Girão de Arruda, com os auditores internos de Santa Catarina Marisa Zinkan, Frederico da Luz e Rodrigo Stigger Dutra 

Reunião Técnica

Na sequência do Seminário, acontece a 29ª Reunião Técnica do CONACI, momento em que os membros se reúnem para discussão de temas técnicos e para a deliberação de assuntos administrativos. A RTC será realizada no Centro de Convenções Albano Franco, em Campo Grande, com a participação das autoridades máximas em Controle Interno dos estados e municípios membros do Conaci.

Com informações do Conaci