Auditoria, Controle Interno e Gestão de Riscos em pauta nesta quinta-feira em Florianópolis

Começa nesta quinta-feira (31) o Seminário Auditoria, Controle Interno e Gestão de Riscos, evento organizado, em Florianópolis, pelo Sindiauditoria com o apoio da Secretaria de Estado da Fazenda. Servidores, gestores públicos e especialistas de todo Estado se reúnem para debater o tema “Melhores práticas para governança no setor público”, com a presença confirmada de palestrantes nacionais. Ainda restam poucas vagas, mas as inscrições podem ser feitas através do site: www.sindiauditoria.org.br/eventos.

A abertura do evento será às 13h30 com a palestra do promotor de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina, Samuel Dal-Farra Naspolini, sobre o programa Unindo Forças. Na sequência, os temas Controle Interno, Gestão de Riscos e IA-CM (Implementação do Modelo de Capacidade de Auditoria Interna) serão abordados respectivamente por: Henrique Moraes Ziller, controlador-geral da Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF), Rodrigo Fontenelle de Araújo Miranda, chefe da Assessoria Especial de Controle Interno e responsável pela implantação da Gestão de Riscos do Ministério do Planejamento, e Liane Vasconcelos de Araújo Angoti, chefe da Assessoria de Harmonização Central da CGDF.

“Essa programação favorece o debate sobre os principais desafios que atingem a administração pública no País. Compartilhando experiências práticas, queremos contribuir para fortalecer o trabalho de auditoria e controle de gastos que é desenvolvido pelos catarinenses”, ressalta o presidente do Sindiauditoria, Clóvis Renato Squio. Segundo ele, temas como “combate a corrupção” e “responsabilidade fiscal” também compõem o pano de fundo do evento.

Em Santa Catarina, a Diretoria de Auditoria Geral (DIAG) trabalha não apenas para corrigir irregularidades, mas sobretudo para orientar os gestores sobre as decisões corretas que precisam ser tomadas. Só no último ano, por exemplo, trabalho dos Auditores Internos do Poder Executivo gerou uma economia direta de mais de R$ 18 milhões para o Governo do Estado, entre desembolsos evitados e créditos a ressarcir.

facebook-events 

Serviço

O quê? Seminário Auditoria, Controle interno e Gestão de riscos

Quando? 31 de agosto de 2017, à partir das 13h30

Onde? SC401 Square Corporate em Florianópolis (Como chegar?)

Anúncios

Congresso Consad completa dez anos com uma vasta programação

Os participantes do X Congresso Consad de Gestão Pública podem esperar por uma edição com muito conteúdo e novidades. A troca de experiências começou hoje (5) e vai até o dia 7 de julho, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, e promete reunir o mais variado público, desde estudantes e servidores públicos até especialistas em Gestão Pública. De Santa Catarina, participam desta edição histórica de 10 anos, os auditores internos do Poder Executivo André Luiz Rotelli, Tatiana Bozza, Clarice Ehara e Clóvis Coelho Machado.

Por ser um ano comemorativo, a programação foi pensada no atual cenário econômico e político do País, mas também na trajetória e nos resultados obtidos pelo evento, que hoje representa o maior congresso de gestão pública do Brasil. Com o tema “Gestão dos serviços públicos: o protagonismo cidadão e caminhos para a inovação governamental”, a conferência de abertura será apresentada pelo especialista em Modernização do Estado no BID, Pedro Farias.

O especialista apresentará o livro Governos que Servem, que apresenta lições a partir de casos estudados e analisa as dimensões como as novas tecnologias de informação e comunicações, a coordenação governamental, os marcos regulatórios e os modelos de gestão. Com base nestes estudos, são identificados três importantes vetores da inovação em serviços: integração, simplificação e gerenciamento. Devido ao sucesso, a publicação, que foi lançada em espanhol, ganhou também a versão em português.

E pensar em quanto custam os trâmites públicos para a sociedade? Um estudo, cujo projeto piloto foi testado em quatro estados mais o Distrito Federal, foi realizado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Governo Federal. O levantamento foi desenvolvido a partir das inúmeras transações feitas pelo cidadão na hora de tirar um Registro Geral, Carteira de Trabalho e como isso pode interferir nos custos e nos cofres públicos.

Durante os três dias, uma sessão plenária irá apresentar o balanço de 10 anos de história. A participação e controle social na gestão pública e as lições compartilhadas no âmbito do congresso.

WhatsApp Image 2017-07-05 at 19.19.17
Os auditores internos do Poder Executivo André Luiz Rotelli, Tatiana Bozza, Clarice Ehara e Clóvis Coelho Machado participam da abertura nesta quarta-feira

Trabalhos Científicos

Os painéis também contam com uma vasta programação. Com a missão de agregar conhecimento, os trabalhos científicos que serão apresentados durante os painéis demonstram o estágio de amadurecimento da administração pública brasileira. Os estudos vão desde aplicações de tecnologia para a transformação da gestão dos transportes na Administração Pública até as novas propostas para inserir a criatividade no governo eletrônico.

Este ano, o Consad recebeu mais de 400 inscrições de propostas de trabalhos científicos para o congresso. Desse total, 147 foram selecionados pelo Comitê Científico para integrar a programação do evento.

Acesse aqui a programação.

Sindiauditoria ajuda moradores carentes da região central a enfrentar o frio 

As doações recebidas durante a campanha do agasalho do Sindiauditoria, este ano, foram entregues na última sexta-feira (30) à Ação Social e Cultural da Catedral de Florianópolis. O presidente da instituição, Clóvis Renato Squio, foi pessoalmente entregar as doações, acompanhado do vice-presidente, Cristiano Soccas. “Queremos agradecer a todos que se sensibilizaram e participaram doando roupas, cobertores e calçados. Este é um gesto muito nobre que faz do nosso sindicato uma instituição ainda mais forte”, afirmou Squio.
 
A Catedral de Florianópolis atende famílias em situação de vulnerabilidade social das comunidades do maciço do Morro da Cruz e dos bairros próximos, além de receber pessoas em situação de rua que necessitam de ajuda. Como atua na região central da cidade, a instituição social oferece diversos serviços de apoio, como: cestas básicas, fotos para documentos e encaminhamentos de saúde e de trabalho. Tudo através de parceria com empresas e doações espontâneas.
WhatsApp Image 2017-06-30 at 22.11.03
Clóvis Renato Squio (direita) entregou as doações pessoalmente para os funcionários da Catedral (Foto: Divulgação/Sindiauditoria)
Planejamento
Para duplicar o número de doações no próximo ano, a direção do Sindiauditoria espera aumentar o número de pontos de coleta e o período da campanha. “Podemos fazer ainda melhor para ajudar quem precisa nessa época fria do ano”, projeta Squio.