Augusto Piazza, dedicação e superação, para transformar a Auditoria Geral do Estado

Os auditores internos do Poder Executivo prestaram uma homenagem ao colega Augusto Puhl Piazza, que desde 2011 ocupa o diretor de Auditoria Geral da Secretaria de Estado da Fazenda. Em nome de todos os filiados, a presidente do Sindiauditoria, Luciana Bernieri Pereira, entregou uma placa agradecendo os oito anos de dedicação de Piazza para valorizar a carreira e melhorar a eficiência da administração pública catarinense. No próximo ano, ele passa a integrar o quadro em uma nova posição.

“Gostaria de agradecer cada um que passou pelo meu caminho nessa jornada como diretor. Muito obrigado aos colegas auditores, aos amigos da Fazenda e todos os parceiros que contribuíram para a consolidação da Auditoria Geral no Estado. Temos um longo caminho pela frente ainda e estarei sempre disponível para colaborar”, afirma. O fato é que, nos últimos anos, a profissão de Auditor Interno passou por importantes transformações que consolidam a carreira como uma das mais promissoras da Administração Pública. É unânime o entendimento que o trabalho de Piazza é um divisor de águas, que serviu para desenvolver uma outra lógica de trabalho: deixar de apenas fiscalizar, para colaborar na prevenção.

Homenagem-AugustoWhatsApp Image 2018-12-13 at 02.12.06 (1)
A presidente do Sindiauditoria, Luciana Bernieri Pereira, entregou uma placa nesta quarta-feira (12) para agradecer os oito anos de dedicação do diretor da DIAG, Augusto Piazza

Gaúcho de Caxias do Sul, mudou-se para Florianópolis em 1992 com a família. Formou-se em Administração de Empresas pela Univali (Universidade do Vale do Itajaí) e trabalhou por algum tempo no setor privado. Ele chegou na DIAG em 2007, junto com os outros auditores internos que passaram no concurso realizado em 2006. “Nos primeiros anos, fomos bastante reativos para apagar incêndios. Com a nossa gestão, estamos trabalhando mais na assessoria, apontando caminhos. A abordagem meramente fiscalizatória que era característica da grande maioria dos trabalhos realizados, foi sendo transformada em trabalhos de orientação e gestão. Posicionando a DIAG ao lado do gestor, como um parceiro que fornece informações e subsídios que facilitam a tomada de decisão e tornam a administração pública mais eficiente, indo ao encontro do conceito contemporâneo de auditoria interna de agregar valor a gestão, governança e gestão de riscos”, compara. Atualmente ele coordena uma equipe de cerca de 50 pessoas, uma diretoria que é composta por cinco gerências.

Fazer essa transição do setor privado para o setor público não foi uma tarefa simples. Piazza costuma dizer que as esferas trabalham em ritmos diferentes. “A velocidade com que as respostas precisam ser dadas aos problemas na administração privada é muito maior. Na administração pública ainda temos muitos desafios e entraves burocráticos para que as coisas funcionem de maneira mais lenta”, explica. Mas ele não se deixa abater pelos obstáculos. Aliás, superação é uma palavra importante na vida de Augusto. Ele sofreu um acidente de carro aos 23 anos de idade, que ocasionou uma lesão na medula deixando-o tetraplégico, além de permanecer um longo período na UTI e hospital. Ele mantém uma rotina de trabalho intensa, com expedientes que começam às 7 horas – com as sessões de fisioterapia – e terminam às 19 horas.

Homenagem-AugustoWhatsApp Image 2018-12-13 at 02.10.49
Piazza agradeceu os colegas auditores internos do Poder Executivo que contribuíram para a consolidação da Auditoria Geral no Estado

Durante esses anos, os números também são expressivos. De 2011 até 2017, a DIAG gerou uma economia real de mais de R$ 179,21 milhões, entre retornos financeiros viabilizados, desembolsos evitados e créditos a ressarcir aos cofres públicos. O valor é resultado do trabalho de acompanhamento rigoroso da equipe chefiada por Piazza, por meio de relatórios, revisões de contrato e editais, inspeções e atendimentos. São diversos projetos e atividades coordenados com o apoio de Piazza, dentro das estruturas do Governo do Estado. Para citar os mais recentes, destaca-se os projetos Aluno Auditor, em parceria com a Secretaria de Educação; e Auditoria Cidadã que tem por objetivo antecipar as irregularidades para evitar um estrago maior nos cofres públicos. Existem também iniciativas internas, como as atividades do DIAGrupando que serve para melhorar a integração, a motivação pessoal e a troca de ideias entre os servidores.

Na bagagem também algumas homenagens, como por exemplo em 2016 quando o então Governador do Estado, Raimundo Colombo, entregou uma placa de agradecimento, em comemoração ao Dia do Auditor Interno. O ato ocorreu durante a reunião técnica do Conaci (Conselho Nacional de Controle Interno) organizado naquele ano em Florianópolis, assim como outros eventos que Piazza teve a oportunidade de coordenar: Seminário Auditoria, Controle Interno e Gestão de Riscos e o Congresso Estadual de Combate à Corrupção. Hoje aos 44 anos, casado com Lisandra, nas horas vagas, gostam de passear juntos e se divertir com o bulldog inglês Johnnie, membro da família. Ele é também apaixonado pelo mar e o humor inteligente é uma marca forte da sua personalidade.

WhatsApp Image 2018-12-13 at 02.10.49
Piazza deixa o cargo de diretor no próximo ano, mas segue carreira como servidor público da Secretaria de Estado da Fazenda 

Agradecimento e comemoração

Na sequência, um agradecimento especial também foi feito aos atuais gerentes que trabalham na Diag: César Cavalli, Clóvis Squio, Cícero Teixeira Barbosa e Marco Antônio Barbosa Lopes. No final, o Sindiauditoria recebeu seus filiados e convidados para um confraternização de final de ano no SC 401 Bar (Square Corporate).

Anúncios

Confira o SINDIAUDITORIA EM AÇÃO deste mês

Mais uma edição do informativo do Sindiauditoria acaba de sair e neste mês você vai encontrar um material exclusivo sobre:

➡️ Os anos de gestão de Augusto Puhl Piazza, diretor de Auditoria Geral;
➡️ ESPECIAL: Aluno Auditor, projeto forma cidadão de hoje e de amanhã;
➡️ Capacitação do módulo Transferência do SIGEF en 6 cidades;

Boa leitura!

sindiauditoria_emacao_novembro

BB e Fazenda renovam parceria para repasse das transferências voluntárias do Estado

A Secretaria de Estado da Fazenda e o Banco do Brasil assinaram um Acordo de Cooperação Técnica renovando os procedimentos de abertura automática de contas de convênios firmados pelo Estado com municípios, entidades sem fins lucrativos, pesquisadores e atletas apoiados com recursos públicos. As contas, que somente podem ser movimentadas por meio de transferência eletrônica, continuarão isentas da tarifa de manutenção, entre outros benefícios. Nos anos de 2016 e 2017, foram mais de R$ 1,1 bilhão repassados pelo Governo estadual nesta modalidade.

A parceria teve início em 2012 e desde então mais de 13 mil contas já foram abertas pelo banco. Algumas isenções foram mantidas pelo novo acordo, porém outras não foram mantidas. É o caso das tarifas bancárias de transferências (TED e DOC) que passarão a ser cobradas pelo BB a partir do dia 22 de janeiro. Porém, dada essa nova realidade, o Estado já emitiu um decreto permitindo que esses custos sejam subsidiados com os recursos oriundos dos instrumentos firmados (1.446/2018). O acordo é válido até 2020.

Nos últimos anos, o Estado promoveu uma série de melhorias nas despesas com transferências voluntárias. O diretor de Auditoria Geral, Augusto Puhl Piazza, destacou as evoluções promovidas nessa área: sistematização dos processos por meio do SIGEF, a publicidade das parcerias na internet, a publicação dos decretos 127/2011 (convênios) e 1.309/2012 (parcerias nas áreas de turismo, cultura e esporte). “Elas demonstram o pioneirismo de Santa Catarina, Estado que segue como referência entre as unidades da Federação”, afirma.

18 de janeiro
O documento foi assinado no dia 18 de janeiro em Florianópolis (Foto: ASCOM/SEF/Divulgação)

Mais agilidade e transparência
A implantação do DART SCtranferências – Demonstrativo de Atendimento dos Requisitos para Transferências Voluntárias – também trouxe mais agilidade e transparência ao processo. A ferramenta, de consulta pública, consolida as verificações de regularidades exigidas pela legislação aplicável à transferência de recursos repassados de forma voluntária pelo Estado.

Por meio do DART SCtransferências, entes públicos, organizações da sociedade civil e pessoas físicas, interessados em firmar parcerias com o Estado, poderão, a qualquer momento, verificar se estão comprovando o atendimento dos requisitos legais exigidos para a concessão dos recursos públicos, além de serem informados das possibilidades de regularização, em caso de pendências.

SCtransferências
O SCtransferências é um canal exclusivo para a transferência voluntária de recursos do Governo do Estado para municípios, entidades sem fins lucrativos, consórcios públicos e pessoas físicas. O portal é utilizado também para informar a sociedade a respeito da aplicação dos recursos públicos. As transferências voluntárias financiam direta ou indiretamente a quase totalidade de áreas de atuação do Estado: Obras e serviços nos municípios (FUNDAM); Financiamento do Sistema Socioeducativo (Cases e Caseps); Financiamento da Educação Especial (APAES); Bolsas de Estudos (Art. 170 CE); Financiamentos da Saúde OS (Contratos de Gestão); Apoio às áreas da cultura, turismo e esporte; e apoio à pesquisa científica.

equipe-auditores-SEF
A Gerência de Recursos Antecipados é a responsável pela gestão do portal SCtransferências (Foto:Sindiauditoria/Divulgação) 

Equipe técnica
O gerente de Auditoria de Recursos Antecipados (Geran), César Cavalli, coordena a equipe de auditores interno do Poder Executivo que participam de forma mais direta da gestão do portal. Ela é composta por: Alcione Teresa Costa, Benito Adolfo Tessaro, Daniela Potrich Oliveira, Larissa Heuko, Leatrice Lima, Pablo dos Santos Combat, Tania Dioneis Simoes Goulart e Telbas Mauri da Silveira.

Para mais informações acesse: www.sctransferencias.sc.gov.br.