Florianópolis recebe Seminário do Banco Mundial e do Conaci sobre Gestão de Riscos, Governança e Auditoria Interna

Florianópolis recebe uma etapa do ciclo de Seminários de Controle Interno, organizado pelo Conaci em parceria com o Banco Mundial. A cidade é a segunda a receber o evento, depois de Natal (RN), do total de seis encontros que serão realizados em todo País. O evento ocorrerá no dia 7 de maio, das 9h às 17h, no Teatro Pedro Ivo. Palestrantes de renome nacional compõem as seis conferências previstas na programação, que tem como tema “Gestão de Riscos para Boa Governança – O Papel da Auditoria Interna”.

Em Santa Catarina, o seminário será organizado com o apoio da Diretoria de Auditoria Geral (DIAG) da Secretaria da Fazenda e do Sindiauditoria. Ele é uma oportunidade para reforçar a importância da criação da Controladoria Geral do Estado, que deve ocorrer em breve, e a reorganização de todo o sistema de controle interno Estadual, de forma a contribuir para o aperfeiçoamento da gestão pública catarinense.

Os temas que serão abordados no seminário detalharão o conceito de auditoria interna contemporânea, seu viés de agregar valor à gestão, com trabalhos de consultoria que ajudem o aprimoramento da gestão pública, por meio da melhora na eficácia dos processos de gerenciamento de riscos, controle e governança.

O controle interno é uma função administrativa, que busca ajudar o gestor público a agir com legalidade e em conformidade com a norma. É um auxílio para que a execução seja mais eficiente e que os resultados sejam revertidos em serviços prestados de forma mais adequada à sociedade.

As inscrições são gratuitas e limitadas. Para mais informações acesse: https://doity.com.br/seminario-gestao-de-riscos

WhatsApp Image 2019-04-15 at 18.02.05

Programação

Durante a parte da manhã (9h-12h), os três temas abordados são: “O Controle Interno como instrumento alavancador de resultados: uma visão do Banco Mundial”, por Susana Philomeno Amaral (especialista em Gerenciamento Financeiro do Banco Mundial); “Auditoria Interna Governamental como instrumento de agregação de valor à Administração Pública”, por Sergio Filgueiras de Paula (auditor e coordenador Geral de Métodos, Capacitação e Qualidade da Controladoria Geral da União); e “A importância da Gestão de Riscos para melhoria da governança”, por Rodrigo Fontenelle de Araújo Miranda (controlador-geral do Estado de Minas Gerais).

Em seguida, outras três conferências são previstas na parte da tarde (14h-17h): “Implementando a Gestão de Riscos no Setor Público – experiência do Distrito Federal”, por Paulo Ribeiro Lemos (auditor e controlador-chefe da Controladoria DFTrans); “Diagnóstico e estruturação da 1ª e 2ª linhas de defesa – resultados do Espírito Santo”, por Denis Prates (coordenador de Harmonização do Controle Interno da Secretaria de Controle e Transparência do Estado do Espírito Santo); e “Implementação do Modelo de Capacidade de Auditoria Interna (IA-CM), por Paulo Ribeiro Lemos (Auditor e Controlador Chefe da Controladoria DFTrans).

Conaci e Banco Mundial

A parceria das instituições tem como intuito principal promover o desenvolvimento do Controle Interno no país, por meio da conscientização dos gestores sobre a sua importância, para alcançar resultados de forma segura e transparente. Além de promover padronização de conceitos entre os profissionais da área. A secretária executiva do CONACI, Renata Rezende, explica como o projeto fortalece o Controle Interno. “Por meio destes seminários com o apoio e suporte do Banco Mundial buscamos a disseminação das melhores práticas internacionais em matéria de auditoria e controle interno”, pondera.

O coordenador do grupo-geral de trabalho do projeto, Marconi Lemos, fala sobre os temas trazidos nos eventos. “Conceitos modernos de auditoria interna são os principais assuntos pautados nos seminários. Eventualmente abordamos integridade ou outra questão que esteja sendo tratada localmente. Mas os conceitos de gestão de riscos, três linhas de defesa, auditoria interna diferenciando de inspeção financeira, são notoriamente, o escopo central dos seminários”, afirma.

Capture d’écran 2019-04-14 à 16.59.50
O primeiro Seminário ocorreu em Natal (RN) no dia 8 de abril (Foto: Conaci/Diculgação)
Anúncios

Sindiauditoria adota sistema de lista tríplice para indicação ao cargo de Diretor de Auditoria Geral da Secretaria de Estado da Fazenda

O Sindicato dos Auditores Internos do Poder Executivo – SINDIAUDITORIA deliberou, na sessão do dia 27 de março de 2018, a realização de votação interna para escolha de membros da categoria para serem indicados ao cargo de Diretor de Auditoria Geral, da Secretaria de Estado da Fazenda.

A lista tríplice para o referido cargo visa indicar os nomes daqueles que a categoria entende estarem tecnicamente melhor preparados e se destina à auxiliar o secretário na escolha da pessoa que irá ocupar o cargo de diretor de Auditoria Geral.

A votação ocorreu em dois turnos. No primeiro turno, realizado no dia 15 de outubro de 2018, foram definidos os cinco nomes com maior número de votos e, no segundo turno, ocorrido no dia 6 de outubro de 2018, os nomes que compõem a lista tríplice.

A comissão eleitoral do SINDIAUDITORIA tornou público o resultado final da votação em 26 de outubro de 2018. Foram eleitos para compor a lista tríplice os auditores internos Rodrigo Stigger Dutra, Wanderlei Pereira das Neves e Cícero Alessandro Teixeira Barbosa.

sindiauditoria2222
Os auditores internos Rodrigo Stigger Dutra, Wanderlei Pereira das Neves (centro) e Cícero Alessandro Teixeira Barbosa foram eleitos para compor a lista tríplice

Confira o SINDIAUDITORIA EM AÇÃO deste mês

Mais uma edição do informativo do Sindiauditoria acaba de sair, edição especial sobre as atividades da categoria em Santa Catarina.

Neste mês você vai encontrar um material exclusivo sobre:
➡️ Como Santa Catarina economizou R$20 milhões em 2017;
➡️ Os planos do Conaci para 2018 com o presidente Alvaro Fakredin;
➡️ Conheça a auditora interna Gisele Rafaeli;
➡️ CLAI 2018 será no Brasil e curso sobre ouvidoria;

Boa leitura!