Auditores internos, policiais civis e federais debatem o combate à corrupção em Santa Catarina

Começa nesta quarta-feira (6), a primeira edição do Congresso Estadual de Combate à Corrupção, em Florianópolis. A iniciativa reúne especialistas e servidores públicos catarinenses para debater, durante três dias, os novos mecanismos de trabalho disponíveis para atuar nessa área, assim como difundir o espírito de combate a ilegalidades. A cerimônia de abertura será às 13 horas na sede da Associação dos Delegados de Polícia de Santa Catarina (Acadepol/SC).

Entre os destaques da programação, a palestra do auditor interno do Poder Executivo César Cavalli sobre o controle das transferências voluntárias do Estado de Santa Catarina. Cavalli é gerente de Auditoria de Recursos Antecipados (GERAN), da Diretoria de Auditoria Geral (DIAG), setor que, entre outras atribuições, é responsável pela coordenação do portal SCtransferências. A ferramenta é utilizada para divulgar os dados relativos aos repasses feitos pelo Governo do Estado e objetiva informar a sociedade a respeito da aplicação dos recursos públicos.

Participam também da programação diversos membros da Polícia Civil, da Polícia Federal, da Controladoria Geral da União (CGU) e jornalistas. O encerramento está previsto para sexta-feira (8), às 11h15, com a palestra do colunista Moacir Pereira sobre o papel da imprensa e da opinião pública no combate à corrupção, sob a ótica da Lava Jato. Aliás, a operação lava jato é um dos principais temas do terceiro dia.

O congresso é resultado da parceria entre o Sindicato dos Auditores Internos do Poder Executivo (Sindiauditoria), Acadepol/SC e Associação dos Delegados da Polícia Federal. Confira a programação completa:

PROGRAMAÇÃO

Quarta-feira, 6 de abril

13h30 – Abertura com o secretário de Segurança do Estado de Santa Catarina, promotor de Justiça César Augusto Grubba.

14h00 – Palestra com Rodrigo Raiser Schneider – Delegado de Polícia Civil – Tema: Mecanismos de combate à corrupção.

15h30 – Intervalo

16h00 – Palestra com Marcelo Silva – Controladoria Geral da União – Tema: Atuação da CGU na máfia dos fiscais de São Paulo.

17h00 – Encerramento.

Quinta-feira, 7 de abril

9h00 – Abertura com o secretário adjunto da Segurança Pública de Santa Catarina, Delegado Aldo Pinheiro.

9h30 – Palestra com César Cavalli – Auditor Interno do Poder Executivo – Tema:  O controle das transferências voluntárias do Estado de Santa Catarina.

10h30 – Palestra com o jornalista Hélio Costa – Tema:  Relação da Imprensa com a Polícia Civil.

11h30 – Palestra com o jornalista Diogo Vargas – Tema:  A importância do Jornalismo Investigativo.

12h00 – Intervalo para almoço.

14h00 – Palestra com o Delegado da Polícia Civil Rodolfo Laterza.

15h30 – Intervalo.

16h00 – Palestra com o jornalista Roberto Azevedo – Tema: A importância da imprensa na Operação Lava Jato.

17h00 – Palestra com o juiz de Direito e presidente do Júri do Rio de Janeiro, Alexandre Abrahão.

18h00 – Encerramento.

Sexta-feira, 8 de abril

8h30 – Abertura com o presidente da ADEPOL-SC, delegado de Polícia Civil Ulisses Gabriel.

8h45 – Palestra com o Delegado de Polícia Federal, Eduardo Mauat – Tema: O impacto da operação Lava Jato.

9h30 – Palestra com o Delegado de Polícia Federal, Márcio Anselmo – Tema: Combate à corrupção e o início da Lava Jato.

10h15 – Intervalo.

10h30 – Palestra a Delegada de Polícia Federal com Érica Mialik Marena – Tema: Lavagem de Dinheiro.

11h15 – Palestra com jornalista Moacir Pereira – Tema: O Papel da Imprensa e da Opinião Pública no combate à corrupção sob a ótica da Lava Jato.

12h00 – Encerramento.

AC1-0007-16B-CARTAZ-A3_02 (1)

Inscrições abertas para o 1º Congresso Estadual de Combate à Corrupção

Estão abertas as inscrições para o Congresso Estadual de Combate à Corrupção até o dia 31 de março. Organizado pela ACADEPOL, ADEPOL/SC, Associação dos Delegados da Polícia Federal e Sindiauditoria, o evento ocorrerá nos dias 6 a 8 de abril na sede da ACADEPOL, em Florianópolis.

O objetivo geral é capacitar os servidores públicos para atuar no combate à corrupção, tendo como objetivos específicos repassar novos mecanismos de trabalho, integrar os servidores das carreiras que estão promovendo o congresso e difundir o espírito de combate à corrupção.

Por isso, o congresso reunirá especialistas e jornalistas da área de investigação, além de auditores internos do Poder Executivo. Já estão confirmadas também a participação do delegado da Polícia Federal Eduardo Mauat (da “Lava Jato”), e do o delegado de Polícia Civil do Espírito Santo Rodolfo Laterza, (da operação “Derrama”).

O público-alvo é formado por delegados de Polícia Civil, delegados da Polícia Federal, auditores internos do Poder Executivo, membros da Controladoria Geral da União e policias civis atuantes em áreas de investigação envolvendo corrupção. Do total de vagas, 20 serão destinadas para a Diretoria Estadual de Investigações Criminais e outras 20 vagas para policiais civis que atuem preferencialmente nas áreas de investigação envolvendo corrupção. Elas também estão abertas para os associados da ADEPOL/SC, ADPF e Sindiauditoria.

Para fazer sua inscrição, clique aqui.

AC1-0007-16B-CARTAZ-A3_02 (1)

Congresso Estadual de Combate à Corrupção

O jornalista Rafael Martini, no Diário Catarinense deste final de semana (7 e 8 de fevereiro), destacou a realização do Congresso Estadual de Combate à Corrupção, evento que será realizado em parceria com a Acadepol, de 6 a 8 de abril.

unnamed.jpg