Bom dia Santa Catarina destaca trabalho de auditoria em hospitais estaduais

florianopolis_-_cge_realiza_auditoria_nos_hospitais_de_sc_20190908_1927111956

Anúncios

Controladoria Geral do Estado realiza auditoria em hospitais de Santa Catarina

A Controladoria-Geral do Estado (CGE) realizou no último domingo, 8, auditoria nos serviços terceirizados de lavanderia e locação de enxoval em cinco hospitais da Grande Florianópolis. O mesmo trabalho será feito, durante a semana, nos maiores hospitais de Santa Catarina. Os serviços representam, em todo o Estado, cerca de R$ 23 milhões ao ano.

“O objetivo dessa verificação é o cumprimento do contrato. Este é um serviço importante para a área da saúde e que demanda um recurso significativo”, disse o controlador-geral do Estado, Luiz Felipe Ferreira. Neste domingo, os hospitais auditados foram o Hospital Infantil, Maternidade Carmela Dutra, Hospital Celso Ramos, Hospital Regional de São José e Instituto de Cardiologia.

A primeira conferência é feita nas balanças, já que o serviço é pago de acordo com o peso das roupas e enxovais. Além disso, existe uma verificação dos serviços prestados e também no material entregue. “Assim, podemos saber se as empresas estão atendendo os requisitos previstos no contrato. Com esse trabalho, nós garantimos o correto uso do dinheiro público e cumprimento do serviço para população”, disse Ferreira.

O trabalho tem o apoio do Instituto de Metrologia do Estado (Imetro), que é o responsável por verificar o correto funcionamento das balanças que pesam o enxoval e roupas. A supervisão de todo o trabalho é feita pela equipe de Auditores Internos do Poder Executivo.

florianopolis_-_cge_realiza_auditoria_nos_hospitais_de_sc_20190908_1535958175
O gerente de Auditoria de Licitações e Contratos, César Fernando Cavalli coordena a operação que continua em outras unidades hospitalares   (Julio Cavalheiro / Secom) 

“Em caso de irregularidade, a gente comunica a unidade hospitalar, a empresa contratada e também a Secretaria da Saúde. Dessa forma, eles podem rever o contrato e adaptar o serviço para atender melhor a população e diminuir custos para o Estado”, disse César Fernando Cavalli, auditor interno do Estado.

Segundo o controlador-geral, esse serviço de auditoria não se limita ao horário comercial.  “O que nós precisamos entender é que o Estado funciona, em algumas ações, 24 horas por dia. É impossível um setor de controle atender demandas só em horário comercial. Isso significa que outros trabalhos vão acontecer independente do dia, horário e local”, comentou.

florianopolis_-_cge_realiza_auditoria_nos_hospitais_de_sc_20190908_1968508843
Para o controlador-geral, Luiz Felipe Ferreira, a CGE é responsável por acompanhar todas as despesa públicas. Isso pode acontecer em hospitais, escolas ou qualquer obra de responsabilidade estadual. (Julio Cavalheiro / Secom)

Com informações de  Luiz Gustavo Silva (Secom/Governo do Estado)

Fórum Catarinense reúne Observatórios Sociais para debater o tema “Contas públicas são da nossa Conta”

No dia 16 de setembro, a Capital catarinense receberá palestrantes que são expoentes dos Observatórios Sociais no Brasil para o 1º Fórum Catarinense “Contas públicas são da nossa conta”, que será realizado no Auditório do Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina (CRC/SC), com início às 8h30.

A experiência do Observatório Social de Maringá (OSM) – pioneiro – e como o cidadão pode ser protagonista do controle social dos Municípios, será o tema da palestra a ser ministrada pela presidente do OSM, Giuliana Pinheiro Lenza, que atua profissionalmente como Procuradora da Fazenda Nacional. Foi na cidade paranaense que os Observatórios Sociais nasceram, tendo recebido vários prêmios nacionais e internacionais devido à sua atuação.

De Cuiabá, participará a auditora aposentada do Tribunal de Contas da União (TCU), Elda Mariza Valim Fim, que é a presidente do Observatório Social de Mato Grosso (OSMT), a primeira entidade do segmento estadual, que contará como a articulação das entidades, principalmente de sindicatos e associações de servidores públicos, foi decisiva para criar o órgão da sociedade para fiscalização do Governo do Estado. Também, relatará experiências e repercussão das atividades já desenvolvidas.

O Fórum é uma realização da Escola do Observatório Social de São José (OSSJ) com o apoio do CRC/SC e tem por objetivo difundir o conhecimento e capacitar os cidadãos para fiscalizarem a gestão pública. O evento é aberto a qualquer interessado, sendo que as inscrições serão realizadas pelo portal do CRC/SC, de forma gratuita, e os participantes receberão certificado.

WhatsApp Image 2019-09-04 at 15.10.45

Serviço

1º FORUM CATARINENSE “CONTAS PÚBLICAS SÃO DA NOSSA CONTA.”
Data: 16 de setembro (segunda-feira)
Horário: 8h30
Local: Auditório do Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina
Inscrição gratuita!