Fórum Catarinense reúne Observatórios Sociais para debater o tema “Contas públicas são da nossa Conta”

No dia 16 de setembro, a Capital catarinense receberá palestrantes que são expoentes dos Observatórios Sociais no Brasil para o 1º Fórum Catarinense “Contas públicas são da nossa conta”, que será realizado no Auditório do Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina (CRC/SC), com início às 8h30.

A experiência do Observatório Social de Maringá (OSM) – pioneiro – e como o cidadão pode ser protagonista do controle social dos Municípios, será o tema da palestra a ser ministrada pela presidente do OSM, Giuliana Pinheiro Lenza, que atua profissionalmente como Procuradora da Fazenda Nacional. Foi na cidade paranaense que os Observatórios Sociais nasceram, tendo recebido vários prêmios nacionais e internacionais devido à sua atuação.

De Cuiabá, participará a auditora aposentada do Tribunal de Contas da União (TCU), Elda Mariza Valim Fim, que é a presidente do Observatório Social de Mato Grosso (OSMT), a primeira entidade do segmento estadual, que contará como a articulação das entidades, principalmente de sindicatos e associações de servidores públicos, foi decisiva para criar o órgão da sociedade para fiscalização do Governo do Estado. Também, relatará experiências e repercussão das atividades já desenvolvidas.

O Fórum é uma realização da Escola do Observatório Social de São José (OSSJ) com o apoio do CRC/SC e tem por objetivo difundir o conhecimento e capacitar os cidadãos para fiscalizarem a gestão pública. O evento é aberto a qualquer interessado, sendo que as inscrições serão realizadas pelo portal do CRC/SC, de forma gratuita, e os participantes receberão certificado.

WhatsApp Image 2019-09-04 at 15.10.45

Serviço

1º FORUM CATARINENSE “CONTAS PÚBLICAS SÃO DA NOSSA CONTA.”
Data: 16 de setembro (segunda-feira)
Horário: 8h30
Local: Auditório do Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina
Inscrição gratuita!

Anúncios

Auditoria baseada em riscos é tema de seminário organizado pelo Serpro e Conaci em Brasília

O Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), com o apoio do Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci), Banco Mundial (BIRD), Controladoria-Geral da União (CGU), Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF) e Controladoria-Geral do Estado de Minas Gerais (CGE/MG), promove o “Seminário de Auditoria Baseada em Riscos: integração e reforço recíproco entre linhas de defesa”, nos dias 9 e 10 de setembro, em Brasília. A ação educacional é fruto do Acordo de Cooperação Técnica n° 474/2018, firmado entre as instituições.

O evento visa orientar sobre conhecimentos aplicáveis à condução dos trabalhos de Auditoria Baseada em Riscos (ABR), seguindo o conceito do Instituto de Auditores Internos (IIA), o qual se define como uma metodologia que associa a auditoria interna ao arcabouço geral de gestão de riscos da organização. Neste aspecto de integração com foco em riscos, representantes das três linhas de defesa vão compartilhar suas experiências no âmbito de processo de gerenciamento de riscos.

Dentre os temas apresentados vão estar: “Minicurso de Gestão de Riscos”, pela CGU, “Experiência na Gestão Corporativo de Riscos”, pelo Serpro e Bolsa de Valores (B³), “Consultoria para Implantação de Gestão de Riscos”, pela CGDF e Hemocentro, “Desafios da ABR segundo o conceito do IAA”, pelo próprio instituto, “ABR Aplicada ao Setor Público” pelo Banco Mundial (BIRD) e CGU, “Modelo de Avaliação da Maturidade da Gestão de Riscos”, pelo TCU e Banco Central do Brasil (BCB), “Como Auditar a Gestão de Riscos Corporativa: Modelo Price, pela PricewaterhouseCoopers (PWC), “Experiência da B3 em Auditoria Baseada em Riscos”, apresentada pela própria instituição e “Experiência da CGDF em Auditoria Baseada em Riscos”, apresentada pelo órgão.

Foram reservadas 60 vagas presenciais para os servidores indicados pelos órgãos membros do Conaci. As inscrições estão abertas e são gratuitas para quem for assistir presencialmente. Para assistir pelo YouTube, a transmissão online será realizada pelo Canal Oficial da CGU, na plataforma.

Clique aqui para inscrever-se!

Seminário passoa a passo para inscrição.jpg

Florianópolis receberá executivo considerado referência mundial em controle interno

Poucos conhecem as complexas estruturas disponíveis para coibir fraudes no mundo corporativo como Robert Hirth – Bob, como é chamado no hall de eventos de auditoria  interna. Ele acaba de confirmar presença como um dos keynote speakers do Conbrai (Congresso Brasileiro de Auditoria Interna), que ocorrerá entre 15 e 17 de setembro – em Florianópolis – um evento que deverá reunir mais de 800 profissionais, tornando-se o maior em quase 40 edições.

A apresentação de Robert Hirth promete provocar as centenas de auditores internos presentes no evento, a fim de saber se estão prontos para se enquadrarem na próxima geração da carreira. A questão virá de um executivo que presidiu, entre 2013 e 2018, o COSO (Committee of Sponsoring Organizations of the Treadway Commission) – ou Comitê das Organizações Patrocinadoras da Comissão Treadway. Trata-se de uma entidade criada em 1985, nos Estados Unidos, cuja missão é desenhar e estabelecer procedimentos capazes de prevenirem e mitigarem fraudes dentro de corporações. É tido como o principal ‘norte’ para a questão de controles internos no ambiente corporativo.

Segundo Paulo Gomes, diretor-geral do IIA Brasil (Instituto dos Auditores Internos do Brasil), entidade promotora do Conbrai 2019, a participação de Robert Hirth deverá gerar reflexões em todos os auditores presentes. “Além de apresentar novidades extremamente relevantes sobre a carreira, a expectativa é que ele nos faça buscar uma autocrítica para que possamos avaliar se estamos estagnados ou alinhados com os imensos desafios da auditoria 4.0”, prevê.

Além de referência por sua atuação no COSO, Hirth é vice-presidente da comissão que define as diretrizes do Conselho de Padrões Contábeis de Sustentabilidade (SASB). É diretor administrativo sênior da Protiviti, uma firma global de auditoria interna e consultoria em riscos de negócios que opera em 22 países.

Em 2013, ele foi homenageado ao ser convidado para fazer parte do American Hall of Distinguished Audit Practitioners, a mais distinta honra concedida a um profissional de auditoria no mundo.

EAVGOI7XoAIbSgp
Baixe o aplicativo do 39° CONBRAI e confira todos os detalhes do evento 

Inteligência Artificial

A grande maioria dos mais de 30 painéis que serão apresentados no Conbrai terá os holofotes apontados para a tecnologia aplicada na auditoria interna. Temas como cibersecurity, auditoria 4.0, data analytics e Inteligência artificial serão amplamente debatidos durante as plenárias.

Experts internacionais trarão atualizações com as principais tendências dos mercados mais avançados, e especialistas brasileiros alinharão questões que seguem na pauta nacional como: Lei Anticorrupção, Lava-Jato e o vazamento de celulares de autoridades.

As inscrições para o congresso já estão abertas e podem ser realizadas por meio do site: www.iiabrasil.org.br/conbrai.