FIQUE SABENDO – A Auditoria Interna tem papel estratégico?

A Auditoria Interna tem papel estratégico?

Sim! O papel estratégico que a Auditoria Interna deve desempenhar na gestão dos riscos de fraude nas organizações foi tema de uma pesquisa internacional divulgada recentemente.⁣

Apesar de ser considerado essencial na gestão de riscos de fraudes nas empresas, o trabalho dos auditores internos ainda esbarra na falta de recursos. Isso é o que aponta o estudo “Fraud Risk Management in Internal Audit”, preparado pela consultoria Kroll em parceria com o IIA-The Institute of Internal Auditors.⁣

A pesquisa ouviu 704 auditores internos de várias partes do mundo, incluindo o Brasil, e apontou que, apesar de em 60% das vezes terem o resultado de seu trabalho considerado “excelente” ou “muito eficaz” na gestão de riscos de fraude nas empresas, 80% deles enfrentam barreiras para se envolverem de forma efetiva. Entre esses, 33% dos entrevistados apontam a falta de recursos.⁣

Outro dado relevante é que quase metade dos entrevistados revelou que a Auditoria Interna não está incluída na tomada de decisões estratégicas das empresas. Disseminar esse entendimento também no setor público é uma das bandeiras do Sindiauditoria. ⁣

Vale lembrar que evitar o erro sempre compensa mais que tentar consertá-lo.⁣

FIQUE SABENDO – A diferença entre o Auditor Interno e o Auditor Fiscal

Auditor Interno X Auditor Fiscal: qual a diferença?⁣

Não é tudo a mesma coisa?⁣
De jeito nenhum!⁣

Um (o interno) cuida para que o governo gaste de forma correta e inteligente; o outro (o fiscal), arrecada os recursos por meio dos impostos e faz a administração tributária. No âmbito estadual, os dois são essenciais para que o dinheiro que você paga nos impostos seja transformado em serviços públicos e infraestrutura.⁣

O Auditor Interno atua de maneira independente, apesar de ser um profissional admitido por concurso público. É como se ele fiscalizasse o próprio governo. Entre suas múltiplas funções, está a avaliação de riscos. Ele acompanha e orienta os gestores públicos sobre como fazer os pagamentos dentro das melhores práticas estabelecidas por órgãos de controle. O auditor interno atua para evitar que o erro aconteça. Assim, economiza quantias significativas aos cofres públicos.⁣

O Auditor Fiscal é o profissional responsável pela arrecadação dos tributos, por sua administração e pela orientação e fiscalização dos contribuintes, além da participação direta nas políticas fiscais, como a definição de benefícios e alíquotas para os diferentes setores da economia. É por meio do trabalho deles que os governos garantem recursos para manter os serviços públicos e a infraestrutura aos cidadãos.⁣

FIQUE SABENDO – O que é Controle Interno?

Aquela máxima de que é preciso arrumar a casa vale também para as organizações, em especial, as públicas. E o Controle Interno é fundamental neste processo. Por meio destes sistemas e mecanismos é possível garantir, com razoável certeza, que sejam atingidos os objetivos de uma organização. Este é o conceito do COSO – Committee Of Sponsoring Organizations.

Na administração pública, o Controle Interno é um importante aliado do gestor, desde que a atuação dos controladores seja independente e com uma base de dados segura, objetiva e impessoal. Esse trabalho “blinda” o gestor e é fundamental na tomada de decisões e um grande incentivo à governança.

Aplicando a teoria à prática, o resultado é eficiência e efetividade operacional, confiança nos registros contábeis/financeiros e conformidade com leis e normativas aplicáveis à determinada área de atuação.