ENA e DIAG capacitam servidores sobre Gestão de Riscos

Servidores estaduais, que atuam nas áreas de controle interno e auditoria, participaram nos dias 17 e 18 de julho, em Florianópolis, de uma capacitação sobre Gestão de Riscos. O evento é resultado da parceria entre a ENA (École Nationale d’Administrarion) e a DIAG (Diretoria de Auditoria Geral) e faz parte do 13° Programa de Capacitação de Servidores e Funcionários Públicos.

Na oportunidade, os auditores internos apresentaram o case da implantação da cultura de Gestão de Riscos no IMETRO e a responsável pelo Controle Interno da instituição, Juliana Fernandes, falou sobre os benefícios do projeto. Desde do início deste ano, a equipe da Auditoria Geral e os servidores do IMETRO trabalham nas seguintes etapas: avaliação do ambiente de controle, eleição de processo para identificação e avaliação de eventos de risco, resposta aos riscos selecionados e definição de procedimentos de controle.

WhatsApp Image 2018-07-18 at 23.44.49
O auditor interno do Podeer Executivo Cicero Teixeira Barbosa palestrou sobre o procedimento de tomada de contas especial

Dentro da Secretaria de Estado da Fazenda, a DIAG é responsável pelo planejamento e implementação das atividades de fortalecimento do controle interno no Poder Executivo. Por isso, a Diretoria segue com o objetivo de ampliar o projeto para outras secretarias, autarquias e fundações da administração direta e indireta do Governo do Estado.

O que é Gestão de Riscos?

De acordo com o manual do Ministério do Planejamento, a gestão de riscos ou gerenciamento de riscos é um processo conduzido em uma organização, aplicado no estabelecimento de estratégias, que visa identificar, avaliar, administrar e controlar potenciais eventos ou situações capazes de afetar a realização de seus objetivos. Uma das funções da gestão de riscos é assegurar a concretização dos objetivos da organização e evitar os perigos e surpresas no cumprimento de suas missões institucionais.

WhatsApp Image 2018-07-18 at 23.44.51 (2)
A responsável pelo Controle Interno do IMETRO, Juliana Fernandes, falou sobre a experiência da instituição com a Gestão de Riscos 

Anúncios

Inscrições para Concurso de Boas Práticas da Rede de Ouvidorias até 25 de agosto

O II Concurso de Boas Práticas de Rede de Ouvidorias já está com inscrições abertas até dia 25 de agosto. Realizada pelo Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), por meio da Ouvidoria-Geral da União (OGU), a ação tem por objetivo estimular, reconhecer e premiar iniciativas desenvolvidas pelas ouvidorias públicas em todo o país, de todos os níveis da federação, que promovam o aprimoramento do controle social, a ampliação dos espaços e canais de participação social na gestão e a melhoria na prestação de serviços públicos.

As ouvidorias de qualquer dos entes federativos (níveis federal, estadual e municipal) e poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) poderão inscrever apenas uma experiência em cada uma das três categorias: estratégias inovadoras para engajamento da sociedade civil junto às Ouvidorias; estratégias inovadoras de participação social para aprimoramento e/ou simplificação da gestão; e metodologias inovadoras no tratamento de manifestações de ouvidoria.

As práticas serão avaliadas por meio de critérios como criatividade e inovação, custo-benefício, efetividade, além de simplicidade e facilidade de replicação. As três melhores práticas serão premiadas com um certificado, em cerimônia durante Reunião Geral de Ouvidorias de 2019.

african-descent-3472462_1920
Objetivo estimular, reconhecer e premiar iniciativas desenvolvidas pelas ouvidorias públicas em todo o país

Serviço

II Concurso de Boas Práticas – Rede de Ouvidorias

Inscrições: 25 de junho a 25 de agosto de 2018

Inscrições: formulário

Sindiauditoria entrega as doações da Campanha do Agasalho 2018

As doações recolhidas durante a Campanha do Agasalho que o Sindiauditoria promoveu este ano foram entregues para o Grupo de Voluntários da Grande Florianópolis. Roupas, sapatos, cobertores e agasalhos para homens, mulheres e crianças serão destinados às famílias que são ajudadas mensalmente pela organização sem fins lucrativos.

O Grupo de Voluntários foi fundado há 6 anos por Stefane Santos. Tudo começou devido a uma promessa religiosa e para cumprir ela precisava fazer uma doação por ano durante cinco anos. No entanto, o trabalho deu tão certo que em seis anos mil famílias já foram ajudadas. Hoje o grupo continua sendo administrado por Stefane e seu esposo Fabricio Francisco.

agasalho
A auditora interna Fabiana Borges, Fabricio Francisco e os auditores internos Caio Jamundá e Ricardo Cavalcanti Peixoto Filho

Atualmente, eles ajudam 40 famílias por mês. “Fazemos uma triagem das 40 histórias mais precárias que chegam até nós, visitamos e iniciamos a campanha. Logo depois começamos o processo de arrecadação e por último fazemos a entrega das doações para as famílias. Geralmente ajudamos com emprego, cesta básica, roupas, cobertores, móveis, mas temos vários registros de ajuda com a quitação de débito de luz/água/aluguel, chá de bebê beneficente, aniversário de crianças carentes e nosso evento fixo que é a grande ação de Natal todos os anos”, explicam eles.

Para ajudá-los ou acompanhar as ações, o grupo atualiza com frequência uma página no Facebook: www.facebook.com/voluntariosfloripa.