Artigo: Controle só com autonomia

Maurício Arjona, auditor interno do Poder Executivo e presidente do Sindiauditoria

Auditores internos: quem são? O que fazem? Para que servem? Não será surpresa se a maior parte dos leitores não tiver as respostas. Mas absolutamente todos os leitores, se forem contribuintes de impostos, já foram beneficiados pelo trabalho destes profissionais.

Os auditores internos do Poder Executivo do Estado são profissionais concursados que fiscalizam os processos do governo e têm, entre as funções, controlar e zelar pela qualificação do gasto público. Essa brevíssima explicação já deixa clara a necessidade e importância da autonomia para que possam realizar um trabalho sério. Afinal, somente com independência poderão sugerir boas práticas e corrigir processos.

Em Santa Catarina, somos menos de 50 auditores internos responsáveis pelo controle de todos os órgãos e autarquias, trabalho que já garantiu a economia de milhões aos cofres públicos. O Estado é nosso cliente, não os governos. E aqui não se trata absolutamente de rebeldia, mas de salutar autonomia.

Exatamente por isso, é uma grande conquista para o Estado ter no comando da sua Controladoria Geral auditores internos de carreira. Independentemente das mudanças nos governos, esses profissionais permanecerão nos quadros de controle e precisam manter suas reputações e autonomias.

Santa Catarina, infelizmente, assistiu o que pode acontecer quando a Controladoria atua mais para defender que para fiscalizar um governo. Leia-se o caso dos respiradores “fantasmas”. De outro lado, felizmente, o erro foi corrigido. Será trabalhoso e levará algum tempo para que se limpem os respingos que atingiram injustamente nossa carreira. Mas com união, muito trabalho e, especialmente, autonomia, voltaremos ao bom rumo e retomaremos projetos interrompidos, como o da implantação gestão de riscos em toda a administração pública.

Muitos governos passarão e sempre haverá tempestades, mas é preciso ter em mente que a água que afunda o barco é a de dentro. Que a sociedade possa contar conosco para manter o barco navegando hoje e sempre.

Artigo publicado no Jornal Notícias do Dia de 30 de julho de 2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s