Parceria com a CGU fortalece corregedorias de Florianópolis, de Joaçaba e do Governo do Estado

A Controladoria-Geral da União realizou ontem (20) a cerimônia de lançamento do Programa de Fortalecimento de Corregedorias Públicas (ProCor) no Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina. O evento contou com a presença do Corregedor-Geral da União, Gilberto Waller Junior, do Conselheiro do TCE/SC, José Nei Ascari, e do Secretário-Geral do Ministério Público do Estado, Samuel Dal-Farra Naspolini.

No lançamento do ProCor em Santa Catarina, foram firmadas adesões ao Programa, incluindo a capital, Florianópolis, a Prefeitura de Joaçaba e a futura Controladoria-Geral do Estado (CGE/SC), cuja criação está para ser aprovada na Assembleia Legislativa. Essas Corregedorias catarinenses passam a fazer parte da Rede Nacional de Corregedorias, coordenada pela CGU.

WhatsApp Image 2019-05-21 at 19.16.20
O Governo de Santa Catarina foi representado pelo pelo futuro corregedor-geral do Estado, auditor interno Cícero Barbosa, servidor de carreira do Poder Executivo Estadual

A Prefeitura de Joaçaba se fez representada pelo próprio Prefeito, Dioclésio Ragnini, que confirmou sua adesão e ressaltou a importância da apuração disciplinar para a melhoria da gestão. Representando o Prefeito da capital, Gean Loureiro, o Secretário da Casa Civil Everton Mendes firmou o compromisso de aprimoramento da sua Corregedoria, que faz parte da estrutura da recém criada Secretaria Municipal de Transparência, Auditoria e Controle.

Já pelo Governo do Estado, foi assinado um Protocolo de Intenções pelo futuro corregedor-geral do Estado, auditor interno Cícero Barbosa, servidor de carreira do Poder Executivo catarinense. A criação da CGE/SC representa um grande avanço para o Governo do Estado, pois permitirá a integração, em um único órgão, das atividades de Ouvidoria, Auditoria, Corregedoria, promoção da Transparência e da Integridade Pública, visando fortalecer os controles internos e aperfeiçoar as atividades de prevenção, detecção e combate à corrupção e ao desperdício de recursos públicos em âmbito Estadual.

D
Da esquerda para a direita: Everton Mendes (Florianópolis), Gilberto Waller Junior (CGU), Cícero Barbosa (Governo de SC) e Dioclécio Ragnini (Joaçaba)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s