Moradores de São José aderem à Mobilização do Dia Internacional de Combate à Corrupção

O que tem a ver  com corrupção 1

O que tem a ver  com corrupção

content_foto_campanha_de_combante_a_corrupcao

Mais de dois mil cidadãos Josefenses foram conscientizados e receberam os materiais das campanhas “O que você tem a ver com a corrupção?”, do Ministério Público de Santa Catarina, e “Eu sou área livre de corrupção.”, do Observatório Social do Brasil, no domingo, dia 9, data em que se comemora o Dia Internacional de Combate à Corrupção, no calçadão da avenida Central do Kobrasol e no Shopping Itaguaçu. A fim de demostrar a adesão à campanha, muitos cidadãos vestiram imediatamente a camiseta distribuída pela equipe.
A mobilização ocorreu simultaneamente em várias cidades catarinenses, com o desenvolvimento de várias atividades. Em São José, ela foi organizada pela Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de São José (Asaprev/SJ) e a Federação das Associações de Aposentados e Pensionistas de Santa Catarina (Feapesc), com apoio do Observatório Social de São José (OSSJ), entidade que fiscaliza o Poder Executivo e Legislativo no município de São José, estimulando a participação popular e o Controle Social, visando a eficiência da gestão pública e o combate à corrupção.
A iniciativa foi inédita na cidade de São José e marcou positivamente todos os voluntários que participaram da divulgação. O presidente do OSSJ, voluntário Jaime Luiz Klein, destacou que “a receptividade dos cidadãos Josefenses ao projeto foi excelente, com muitos depoimentos que nos estimularam a continuar o trabalho em prol de uma mudança cultural em nossa sociedade, com a difusão dos valores morais e éticos, muitas vezes desprezados, que precisam ser resgatados, estimulados e valorizados.”
O presidente da Asaprev/SJ, João Osmar Quadros, também considerou o resultado do trabalho satisfatório. Enfatizou que “o envolvimento de todos os cidadãos é importante se almejamos um futuro melhor, tanto para nós como para as futuras gerações, e uma sociedade mais justa e igualitária, livre das mazelas provocadas pela corrupção.”
Fonte: Observatório Social/SC
Foto: Divulgação OSSJ

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s