Auditor Interno de Santa Catarina participa de 5ª Reunião Técnica do Conselho Nacional de Controle Interno 

Conaci 4  Maria NazareConaci 1CONACI (2) - CópiaO auditor interno do Poder Executivo de Santa Catarina, Frederico Augusto Silva da Luz, da Gerência de Auditoria de Despesa de Custeio, participa da 5ª Reunião Técnica do Conselho Nacional de Controle Interno (CONACI), que inicou ontem, 29 de novembro, no Hotel Brisamar, em São Luís, Maranhão. O  encontro é promovido em parceria com a Controladoria Geral do Estado do Maranhão e e reúne membros de instituições de controle interno de todo o país.

Durante a abertura da Reunião, a auditora geral do Estado do Maranhão, Maria Helena de Oliveira Costa, expôs a satisfação de receber um evento de tamanha importância para a melhoria da gestão e transparências governamentais. “A reunião é mais uma etapa para o aperfeiçoamento e ampliação das ações de interesse dos órgãos de controle interno para o desenvolvimento de programas e projetos voltados à construção de mecanismos de controle que possibilitem o fortalecimento da governança no setor público, na perspectiva do alcance do bem-estar social e do país avançar econômica e socialmente, aproximando o poder público da sociedade”, afirma.
Maria Helena apresentou aos participantes a estrutura e funcionamento do órgão que dirige e ressaltou a importância do CONACI, enquanto entidade mobilizadora responsável pela integração entre os órgãos de Controle Interno. “O órgão nos permite a troca de experiências, principalmente, quanto ao combate à corrupção, por meio de temas atuais, como a implementação da Lei de Acesso à Informação, à necessidade de intensificar o controle preventivo e de incentivar o controle social”, enfatiza a auditora.
Durante a manhã os participantes também puderam receber informações sobre Metodologia de Mapeamento de Risco de Corrupção, com uma palestra da superintendente de Prevenção à Corrupção e Informações Estratégicas de Goiás, Maria d’Abadia Brandão. Na ocasião ela relatou a experiência da Controladoria Geral do Estado no combate às práticas de corrupção.
“Trabalhamos com uma metodologia desenvolvida para a Controladoria-Geral da União (CGU) para três Ministérios: Transporte, Cultura e Desenvolvimento Social. Goiás está sendo o primeiro Estado brasileiro a utilizar os procedimentos dessa metodologia que tem como grande diferencial mapear e identificar onde podem ser tomadas decisões para os processos que são passíveis de corrupção”, explica Maria d’Abadia.

Diagnóstico de Controle Interno
 
Outro momento de destaque foi a apresentação do estágio atual da pesquisa “Diagnóstico do Controle Interno”. A avaliação é dividida em dois temas, sendo que o primeiro foi apresentado na reunião desta quinta. Trata-se do relatório do Diagnóstico do Perfil de Recursos Humanos dos Órgãos de Controle Interno dos Estados Brasileiros e do Distrito Federal que tem o objetivo de demonstrar o perfil dos recursos humanos dos órgãos estaduais de controle interno do Brasil, no tocante à quantidade e qualificação dos auditores e existência de plano de carreira específico para a função, a fim de evidenciar a real contribuição da força de trabalho desses importantes órgãos no controle da gestão pública.
“Foram levantados dados como o total de servidores, tempo de carreira, remuneração, benefícios, entre outros. Entramos agora na fase de apreciação da minuta para que os membros possam dar suas contribuições e esclarecerem suas dúvidas, tendo até o dia 10 de dezembro para encaminharem à presidência do Conaci suas observações para elaboração do documento final”, explica o auditor geral do Estado do Rio de Janeiro, Eugênio Machado, frisando que o trabalho faz parte do planejamento estratégico 2012/2013 do órgão.
O próximo passo do diagnóstico é a elaboração de um estudo sobre a estrutura e o funcionamento das instituições membros do Conaci. A pesquisa já está sendo realizada no site da Auditoria Geral do Estado do Rio de Janeiro (AGE-RJ) por meio do link: http://migre.me/c8gOy.
O encontro prossegue no final do dia, com deliberações de assuntos administrativos do órgão. Na programação estão abordagens de alinhamento das ações para o IX Encontro Nacional de Controle Interno que será realizada em agosto/2013 no Estado do Pará e prestação de contas do Conselho.

CONACI encerra primeiro dia de reunião técnica

“A auditoria pode fazer a diferença”, foi essa a mensagem que a Auditora e Ouvidora Geral do Município de Belém, Maria Nazareth Oliveira Maciel, em sua exposição sobre os resultados da participação do Conaci no Congresso Brasileiro de Auditoria Interna (Conbrai). Durante sua apresentação, a auditora ressaltou a importância de uma classe congregada e seu poder de modificação no cenário.

“Ao longo dos anos o CONBRAI tem sido ponto de referência e se tornado forte meio de atualização de toda a comunidade, motivando e dando destaque aos profissionais da Auditoria Interna. Desde a edição de 2008 do evento até 2012 conseguimos elevar a participação do setor público no congresso partindo de 137 para 252 inscritos. O CONACI está no CONBRAI desde o ano passado e pudemos constatar um grande comparecimento dos auditores. Essa participação valoriza nossa classe perante os grandes órgãos de formação, mostrando nosso conhecimento científico e obtendo o reconhecimento”, ressaltou.

Ao final do evento, o secretário-chefe da Controladoria Geral do Estado de Tocantins, José Pedro Dias Leite, fez a avaliação do primeiro dia da 5ª Reunião Técnica do CONACI. “Como sempre os eventos do órgão nos permitem abordar e refletir sobre temas atuais e interessantes para aprofundamento dos conhecimentos em controle interno. No início da manhã pudemos ver o trabalho diferenciado realizado pelo Estado de Goiás, além de termos a oportunidade de inserção dentro da construção no relatório de diagnóstico de recursos humanos. Destaco também o início das abordagens sobre a criação de grupos de trabalho para temas de interesse dos membros”, pontuou.
Nesta sexta (30), a reunião segue, a partir das 9h30, com os temas: a Implantação da Lei de Acesso à Informação (LAI) e da Transparência no âmbito internacional, andamento da implementação da LAI no Estados e Municípios Brasileiros, além de demonstração de ferramentas para elevação da maturidade do Governo Eletrônico.

Fonte: Assessoria Comunicação CONACI com informações Assessoria Imprensa SindiAuditoria
 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s