Controle das contas públicas

Tratei sobre este assunto na coluna passada deixando claro que os prefeitos eleitos e reeleitos terão dificuldades pela frente exigindo um maior controle das contas públicas e isso passa por uma gestão eficiente. Os encargos e responsabilidades aumentaram tornando a máquina mais abrangente necessitando, desta forma, de fontes de recursos para atender todas as exigências e também para cumprir todas as propostas expostas em campanha. Segundo expressou o presidente do Sindicato dos Auditores Internos do Poder Executivo, Rodrigo Dutra, de repente a crise econômica acabou produzindo um ambiente favorável para ações visando uma melhoria na gestão publica. O governo do Estado vem imprimindo esse ritmo ciente de que atingido com a redução na arrecadação a fórmula mais adequada é o controle da maquina na busca de maiores níveis de eficiência. Dutra destacou que sem esse controle efetivo dificilmente o prefeito que assumir em janeiro dominará os gastos públicos. Ele defendeu a presença cada vez maior de profissionais auditores que analisem os sistemas apresentando soluções que evitem erros e desperdícios. A sociedade hoje espera de seus administradores públicos uma boa utilização dos recursos, com transparência, e prestação de serviços com eficiência. Requer gestão, diante de um quadro de retração.
Fonte: Paulo Alceu/Notícias do Dia/Site Paulo Alceu

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s