Auditores da Fazenda participam da segunda fase do treinamento sobre o Observatório da Despesa Pública

 

ODP.nano

Santa Catarina prevê implantação do sistema, utilizado pela Controladoria Geral da União para monitorar os gastos públicos do governo, até o fim do ano

Auditores internos da Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina participam, entre os dias 10 e 14 de setembro, da segunda fase do treinamento para operar o Observatório da Despesa Pública, em Brasília. Conhecido como ODP, o sistema é utilizado pela Controladoria Geral da União (CGU) para monitorar os gastos públicos do governo, com o objetivo de garantir a aplicação correta do dinheiro do contribuinte. O sistema deve ser implementado integralmente no Estado até o final de 2012, após visitas técnicas da CGU a Secretaria da Fazenda.

Nesta etapa da capacitação, os auditores internos do Poder Executivo Décio Augusto Bacedo de Vargas, André Pinheiro de Oliveira e Marco Antonio Lopes conhecerão a metodologia de trabalho do ODP e a ferramenta de Business Intelligence (BI). O treinamento é ministrado por técnicos da CGU com acompanhamento de empresa privada.

Santa Catarina, junto à Bahia, foi escolhida para implantar o projeto piloto, batizado de ODP.nano, que será disseminado para os demais Estados no futuro. Além de integrar a iniciativa pioneira e prevenir a corrupção nos órgãos públicos, Santa Catarina não terá nenhum custo com a implantação do ODP.nano. Os recursos vieram de um fundo norueguês de apoio às ações contra a corrupção e foram disponibilizados por meio de convênio entre União e BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

O Observatório, que alia metodologia à tecnologia de ponta, com o uso de softwares de investigação e correlação de pessoas e CNPJ’s, consegue detectar situações consideradas estranhas, como a existência de relações pessoais entre sócios de uma empresa e os servidores do órgão que a contratou, por exemplo. As informações não são necessariamente indicativos de fraude ou corrupção, mas serão analisadas pelos auditores, que tomarão as medidas cabíveis quando necessário.

 

Fonte: SEF-SC

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s