“É pensar grande, agir grande, e, por fim, tornar-se grande”

Desde o dia 1 de maio, o Sindiauditoria tem uma nova diretoria. A frente da nova gestão, o auditor interno Cícero Alessandro Teixeira Barbosa conta para o nosso blog sobre as prioridades da sua presidência e o que espera para este próximo ano. Barbosa foi conduzido novamente ao cargo de presidente durante a última assembleia geral ordinária, ele já ocupou essa função entre 2008 e 2010.

A trajetória profissional dele começou no curso Engenharia Mecânica, passou pela graduação em Educação Física e terminou no bacharelado de Direito. Foi bancário, trabalhou na Caixa Econômica Federal por 18 anos. Passou pelos cargos de caixa, avaliador de jóias e gerente. Começou se preparar para concursos e, antes de chegar ao Poder Executivo, estudou muito para ser procurador do Estado e, pensou até, em seguir carreira na magistratura estadual. Quase foi aprovado também para o cargo de delegado federal, entretanto fora do número de vagas. Foi em 2005 que ele ficou sabendo da aprovação no concurso para a Auditoria Geral da Secretaria de Estado da Fazenda.

025
Atualmente, Barbosa atua como gerente de Despesas de Custeio da Diretoria de Auditoria Geral (Foto: Pâmela Raimundo/Divulgação)

Quais os planos da sua gestão? Alguma meta especial?

Apesar das várias conquistas alcançadas no decorrer dessa década de existência do Sindiauditoria, algumas questões de outrora ainda persistem, especialmente quando tratamos da forma e autonomia da atuação do auditor interno no desempenho de suas atribuições. O Sindiauditoria, que como todo sindicato tem por mister obter conquistas aos seus filiados, não pode prescindir de lutar incessantemente para agregar valor tanto à figura do auditor como às ações e aos resultados que derivam de seu trabalho. Para tanto, há de se identificar junto aos seus filiados qual a estrutura que melhor se adequa ao livre exercício de suas atribuições legais, bem as macrofunções inerentes e indispensáveis às atividades de auditoria e controle. Portanto, a reestruturação é a meta (entre outras) especialmente estabelecida para esta gestão.

Como você acredita que o sindicato pode ajudar na valorização profissional?  

O Sindiauditoria pode auxiliar a valorização dos auditores internos de diversas maneiras: lutando diretamente pelas conquistas funcionais junto aos gestores; patrocinando a capacitação profissional de seus filiados por meio da realização de seminários, palestras e cursos, ou mesmo patrocinando eventos que tratem de temas diretamente afeto a esses profissionais ou que a eles digam respeito.

Quais as suas motivações para se candidatar ao cargo?

Foram muitas, mas posso citar que o pedido de muitos colegas foi um grande motivador, juntando a isso a vontade de fazer algo diferente e inovador (afinal em 8 anos do meu último mandato eu também me tornei uma pessoa diferente) que convergisse com os anseios e necessidades dos filiados, pois apesar das muitas conquistas durante esse interregno, observa-se uma inquietação por parte considerável dos filiados, razão pela qual coloquei meu nome à disposição da classe.

012
Este ano o Sindiauditoria completou 10 anos de fundação e Barbosa foi o primeiro presidente da instituição, entre os anos de 2008 a 2010 (Foto: Pâmela Raimundo/Divulgação)

A diretoria que forma a sua gestão foi escolhida com qual objetivo?

A quase totalidade da Diretoria é composta por ex-integrantes da diretoria fundadora do Sindiauditoria, que tive o prazer de presidir. Assim, em face da alta sinergia que obtivemos no desenvolvimento dos trabalhos pretéritos, e que redundaram em grandes conquistas, esperamos que o produto final da nossa gestão ocorra com o mesmo êxito do passado. Trata-se de um grande time com enorme vontade e capacidade para enfrentar e superar os obstáculos que estão por vir.

Uma breve mensagem aos filiados:  

Os filiados são o Sindiauditoria, este não existe sem aqueles. Sem o filiado, o Sindiauditoria não tem a quem representar, e sem o Sindiauditoria o auditor interno não tem voz para interceder por ele, quando necessário. É nesse sentido de comunhão que o Sindiauditoria, por meio de sua Diretoria, conclama a cada um de seus filiados a participar ativamente dessa gestão, colaborando com sugestões, participando das reuniões e apoiando o Sindiauditoria nas suas ações, contamos com a colaboração todos. 

sindi
Acompanhado do vice-presidente, Thiago Freitas, e de outros colega da diretoria, Barbosa visitou os colegas no primeiro dia da gestão para trocar ideias e apresentar os objetivos para a gestão (Foto: Sindiauditoria/Divulgação)
Anúncios

Exemplo da Indonésia

A jornalista Janine Alves publicou na edição de hoje uma entrevista exclusiva com o auditor interno do Poder Executivo Rodrigo Stigger Dutra sobre a missão internacional que ele participou na Indonésia.

14052018 - ND - Janine Alves - Rodrigo

Para ler a entrevista completa, clique aqui.

Campanha global de auditoria incentiva a conquista de certificações profissionais

Maio é o mês global da auditoria interna. A campanha ‘IIA May’ abrange 170 países e cerca de 190 mil associados ao The IIA – The Institute of Internal Auditors, a principal entidade da carreira no planeta. O foco é mostrar a empresas e governos a importância de investir nesses profissionais a fim de elevar os níveis de governança, gestão e ética em todas as organizações. Áreas de auditoria interna fortalecidas são consideradas cruciais para o equilíbrio e crescimento sustentável da economia global.

Por aqui, o Instituto dos Auditores Internos do Brasil (IIA Brasil), aderiu a campanha global e lançou uma promoção que isenta a taxa de habilitação para a conquista do CIA – Certified Internal Auditor, respeitada pelo mercado como a principal certificação profissional – quase como a OAB para advogados. Para obtê-la o auditor precisa passar por diversas avaliações técnicas e de cunho ético. Devido sua complexidade, o tempo médio de aquisição é de dois anos. Atualmente, é raro uma grande corporação contratar um auditor interno sem o CIA.

people-3370833_1920
Durante o IIA May, o Instituto dos Auditores Internos do Brasil lança campanha que isenta a inscrição para a obtenção do CIA – Certified Internal Auditor

Segundo Fabio Pimpão, diretor de Normas e Certificações do IIA Brasil, o IIA May tem a missão de despertar a atenção do mercado para a importância de valorizar a profissão para que empresas possam atuar em ambientes corporativos mais justos e, consequentemente, tornarem-se mais competitivas. “É inegável a necessidade de o Brasil contar com mais auditores qualificados, em empresas públicas e privadas, nesse momento crítico de combate a fraudes corporativas. É uma profissão que se tornou estratégica, e exige preparo de nível global para enfrentar os constantes desafios do mercado”, explica Pimpão.

Além da isenção na taxa de habilitação do CIA, o The IIA também lançou o Building Awareness Champion. Trata-se de uma premiação que reconhecerá as empresas engajadas na missão de promover mais conhecimento sobre a atividade de auditoria interna. Até o final desse mês, o IIA Brasil concede desconto nos treinamentos preparatórios (CIA1 e CIA 2), nos materiais didáticos (CIA 1, CIA 2 e CIA 3) e no Gleim Online da certificação. Mais informações sobre o IIA May em iiabrasil.org.br